Cidade do Carnaval muda a cara de Salvador
São 27 quilômetros de obras, desde o Centro Histórico até Ondina, passando pelo Campo Grande e Barra.

A construção da Cidade do Carnaval, um complexo de obras que inclui camarotes, arquibancadas, palcos e postos operacionais da Emtursa, (entre outros), muda a cara da cidade nos 27 quilômetros onde os trabalhos continuam em ritmo acelerado. No ultimo fim de semana, o presidente da Emtursa, Benito Gama, e o coordenador do Carnaval, Misael Tavares, inspecionaram as obras nos três circuitos: Batatinha (Centro Histórico), Osmar (Campo Grande) e Dodô (Barra-Ondina), onde a movimentação de trabalhadores é intensa.
Acompanhados por técnicas da Emtusa, Gama e Tavares ficaram impressionados com a grandiosidade da estrutura montada no Campo Grande, onde o “Principado da Alegria – Carnavalle” integra um complexo de arquibancadas cobertas, camarotes, além de completa infra-estrura, com mini hospital, spa, usina de tratamento de lixo, praça de alimentação, cyber café e até lojinha de conveniência. No circuito Barra-Ondina as obras do “Píer Carnavalle” também seguem, com a construção de um mega camarote e arquibancadas cobertas à altura do Clube Espanhol.
Tanto Misael quanto Benito consideraram o espaço batizado como Salarium, no Campo Grande, como “uma grande sacada e que, com certeza mudará os conceitos que temos até aqui com relação a espaços dessa natureza”, como disse Misael. A multiplicação de camarotes, principalmente na Barra-Ondina, impressionou Benito Gama que espera “um Carnaval para entrar na história”. Para ele, “a grandiosidade dessa Cidade do Carnaval está à altura dessa grande festa que baianos e turistas fazem todos os anos”.
A expectativa é de que mais de dois milhões de foliões transitem diariamente nos três circuitos nos seis dias de folia, gerando cerca de 220 mil empregos temporários. Além de camarotes, arquibancadas e postos, o movimento é intenso para a colocação de iluminação especial e gambiarras, além da instalação de equipamentos que possam assegurar o perfeito funcionamento dessa imensa Cidade do Carnaval.


Fonte : Emtursa - Fevereiro 2006


www.carnaxe.com.br